Fumarte Sessions

18/01/2017

O sonho de ter um projeto pra chamar de meu se tornou em realidade em junho do ano passado, na capital federal, no coração do Brasil, quando iniciei gravações de clipes de bandas autorais ao vivo e nasceu o Projeto Fumarte Sessions.

Brasilia já levou o título de capital do rock, porém quando me mudei pra cá (há quase três anos), eu já não acreditava que a cidade tinha o mesmo destaque de algumas décadas atrás. Mas com passar do tempo, fotografando shows e aos poucos me inserindo na cena musical do DF, percebi que o movimento atual era outro, e que a qualidade e a quantidade de músicos e bandas era enorme, principalmente na cena autoral. Acompanhei o trabalho de várias bandas, vi algumas nascerem e crescerem cada vez mais. As composições me cativaram, e hoje tenho um prazer enorme em dizer que sou amiga dessas pessoas maravilhosas.

Acredito em força do pensamento, e acho que as coisas boas aparecem no seu tempo certo, sem pressa alguma. Assim foi dado o pontapé inicial do Fumarte Sessions, de maneira natural e surpreendente, através da união de amigos e parceiros, namorado, pessoas talentosas e dispostas em fazer a cena acontecer.

O local onde gravamos os vídeos é um sótão vintage, localizado no Lago Norte e batizado de Sala Fumarte. Os irmãos gêmeos, Breno e Bruno, cuidam de toda engenharia de som e gravam as músicas, assim com o Gustavo Halfeld, que dentro dessa parceria, também produz bandas por lá.

Almirante Shiva, Judas, Joe Silhueta, Rios Voadores, Vintage Vantage, Galopardo, Cassino Supernova e The Galo Power já passaram pelos estúdios da Fumarte. Em cada vídeo registro as gravações ao vivo com apenas uma câmera (sim, dá um trabalhão mas vale muito a pena! <3). Procuro diferenciar os vídeos inserindo um pouco da essência de cada banda através de imagens de making off e momentos variados, de produção e descontração entre instrumentos e a câmera.